Tag Archive | Stop Motion

Som de ferro

Artista Gráfico de Movimentos Analógicos, assim se denomina o singaporeano Afiq Omar. Numa série de três vídeos, juntou a captura de imagens que demonstram propriedades de ferromagnetismo e “sons de outro mundo”, como ele mesmo diz, com a ajuda de uma  5D Macro 100mm.

No segundo vídeo da série, Omar fez uso de produtos químicos com base de ferro, sabão, álcool e leite, focado nos efeitos visuais analógicos e sua interação com forças invisíveis.

Ferriene, a terceira e última etapa do experimento, manipula tais efeitos visuais usando técnicas simples de edição para criar gráficos de movimentos naturais e orgânicos. A paleta de cores é semelhante à de pele humana.

Música: Vetor por Riga

Música: Afogado por Riga

Música: Amp espaço por Riga

Anúncios

O velho e o mar

Baseado num conto de Ernest Hemingway, Marcel Schindler (da lista, é), um designer e fotógrafo alemão, desenvolveu esse stop-motion que leva o mesmo nome do livro: The Old Man and The Sea.

Vale dar uma olhada também no portfolio de Schindler já que tem muita foto boa por lá.

E pra quem se interessou pela música, Sail, pertence à banda norte-americana Awolnation.

Frota das Raposas

O som de hoje vem dos americanos de Seattle do Fleet Foxes, que se auto define como  “baroque harmonic pop jams”. Eles já lançaram 2 EPs, o Fleet Foxes (2006) e o Sun Giant (2008).  Em 2008 lançaram também o primeiro álbum completo, com 11 faixas, também chamado Fleet Foxes. Ano passado, 2011, vieram com seu segundo CD, o Helplessness Blues (2011).

E pelo que parece, stop motion vem sendo uma técnica recorrente nos clipes das bandas indies. O escolhido de hoje, do último album da banda, é Mykonos e segue nessa mesma linha, com muito triângulo e reafirmando quão hipsters são os caras.

Bom arranjo, boas vozes e boa animação. Segue aí.

Nas estrelas

Hoje o dia começou bem agitado, então o que restou foi ouvir um som mais calminho pra equilibrar os ânimos porque, afinal, é sexta-feira.

O som da tarde vem dos caras do Bombay Bicycle Club, How Can You Swallow So Much Sleep. Tem uma batida que lembra bem de longe aquela banda de pai dos anos 80, Tears for Fears.

Fica também uma atenção especial pro stop motion do vídeo, dirigido por AnnaGinsburg. Quem se interessou pela produção, tem até um Tumblr com o making of da animação.

%d blogueiros gostam disto: