Tag Archive | Listas

Música do coração

Num dos dias mais mais românticos do ano no mundo todo, o TCRI traz uma lista recheada de suspiros. Do amor eterno de Etta James a Ray LaMontagne, passando pela sutileza de Belle&Sebastian e com um toque de “vam-pará-de-melodrama-mas-os-durões-também-amam” do nosso estimado Bob Dylan, eis aqui uma trilha perfeita para um cafezinho após o almoço ou para o fim do dia.

‘Hope you all enjoy it!

Anúncios

Lista de Natal

187180928232580423_GFsKUCGF_c

Como um presente de natal do The Cook Room Ideas, juntei numa playlist algumas das músicas que mais gosto de ouvir nessa época tomando um chá antes de dormir ou na preparação de um prato ou outro para a ceia.

Espero que gostem :)

Clique aqui e ouça a Playlist de Natal do The Cook Room Ideas!

P.S.: Tentei de todas as formas embedar a playlist no blog, mas não foi possível :(

Nas alturas

Quase todo mundo já observou Curitiba através dos vidros da Torre Panorâmica da cidade no Mercês, antigamente conhecida a Torre da Telepar. Mas você já se perguntou quais os prédios curitibanos mais altos ?

Hoje foi publicada na página do Facebook do Grupo Gonzaga um infográfico que fiz aqui na agência, Cupola Comunicação Integrada, comparando a os prédios que se destacam por serem os mais altos.

As araucárias não poderiam deixar de estarem presentes já que fazem parte desse cenário, por vezes cinza, mas ultimamente começando a florir numa Curitiba que se prepara para a primavera.

Os cinco maiores prédios de Curitiba

Clique na imagem para vê-la amplida.

 

Espero que curtam.

Before I Die

O que fazer com uma casa abandonada numa vizinhança de New Orleans? Para essa garota, Candy, que sonhava alto, e provavelmente era super fã de listas,  transformar uma fachada em um grande quadro-negro, com a ajuda de alguns amigos, onde moradores do bairro podem expressar umas das poucas coisas que move muito de nossas vidas: o que fazer antes de morrer resultou no tema de sua tese na faculdade.

Como um projeto público e interativo que convida pessoas a participarem livremente de algo que fala sobre nossos sonhos e esperanças abertamente, sem medo, Before I Die é um movimento de liberdade e identificação com próximo.

Bem que poderia rolar uma edição dessas aqui no Brasil, hein?

Clique na nossa galeria q confira as respostas.

Lições do tio Jay

John C. Jay só é o diretor executivo de criação e sócio da Wieden+Kennedy que atende, numa de suas filiais em São Paulo, nada menos que alguns clientes como Coca Cola, Heineken, Levi’s, Marie Claire e Procter & Gamble.

A Wieden+Kennedy tem tem escritórios em Portland, Nova Iorque, São Paulo, Londres, Amsterdam, Delhi, Shanghai e Tokyo.

E o tio Jay entrou para o hall da fama do Art Directors Club  em 2011, que pra quem não conhece engloba e representa áreas de design, propaganda, produção de comerciais, ilustração, fotografia e educação e existe de 1971. Entre alguns dos nomes já premiados estão Walt Disney, Leo Burnett, Andy Warholl, Paul Rand, entre outros.

É coisa pra caramba. Mas como um bom mestre John não guarda segredos. Para chegar onde está, ele nos dá 10 dicas:

Indies de Philadelphia

O ritmo pra embalar o pós-almoço de hoje é o The War on Drugs, uma banda indie amaricana de Philadelphia, Pennsylvania.

Os caras começaram a fazer um som em 2005, sendo que eram apenas Adam Granduciel (vocal e guitarra) e Kurt Vile (guitarra e vários instrumentos) acrescentando mais integrantes ao longo da caminhada, David Hartley (baixo, guitarra), Robbie Bennet (teclado e guitarra) e Steven Urgo (bateria e percussão) . Já emplacaram 2 EP’s – Future Weather (2007) e Barrel of Batteries (2010)-,  e 2 CD’s –  Wagonwheel Blues (2008) e Slave Ambient (2011).

Eles têm uma certa vibe pós punk britânica com sua batidas, teclados e vocal bem equalizados. Fica pra conferir o video do último album, Baby Missiles. Quem se interessar e quiser ouvir o Slave Ambient , tem também uma playlist.

The Holstee Manifesto

VIDEOS

Ontem aqui no blog estava falando daquele cartaz, This is your life, que anda rolando na internet. Hoje acabei encontrando um vídeo sobre esse movimento também conhecido como The Holstee Manifesto.

Eles tem um vídeo de divulgação bem bacana.

Segundo eles mesmos ” Holstee Manifesto é um chamado para uma vida cheia de vontade, criatividade, paixão, e comunidade.”

Se um mínimo de pessoas realmente vivessem assim o mundo com certeza começaria a se tornar um lugar melhor.

Por uma vida mais criativa.

Depois que tive a idéia de montar o The Cook-room Ideas essas três lista pareceram cair de pára-quedas no minha tela. Resolvi guardá-las. E agora colocando de volta à mesa da cozinha, revendo o que cada uma diz, consegui refletir um pouco mais e repensei algumas coisas. Todos nós sabemos que, na verdade, a criatividade é inerente ao ser humano, não se restringe a carreiras criativas.

Todos nós criamos uma rotina no fim ou no começo do dia, combinamos uma roupa com outra, misturamos algum ingrediente com outro que não estamos muito acostumados. Desenhamos o caminho de casa para o trabalho, fugimos dos engarrafamentos, organizamos festas e quando inspirados – uns mais que outros – soltamos aquela grande sacada, o sarcasmo personificado na voz.

E esse criar de novos caminhos, de juntar o antigo com o estranho, muitas vezes resulta em algo aproveitável. Por que sendo bem sincera, quem agüenta rotina? Mesmo que ela seja inevitável nessa ordem mundial que nos encontramos, viver em grupo, inventar um hobby, passar a cantar um pouco mais, traçar novos caminhos pela rua, ter uma bagunça organizada, trabalhar de madrugada, escrever num papelzinho, fazer algumas pausas, tomar um cafezinho, ouvir músicas novas, tudo isso nos faz ter uma vida mais leve. Uma vida mais criativa.

O resultado pode ser pintar uma parede de verde, pendurar uma fita com botões pendurados na porta da cozinha, ou sabe-se lá  o que mais. Pode ser pouco, mas lá no fundo você vai saber que algo está mudando.

Rules of a creator's life

Nove regrinhas básicas

%d blogueiros gostam disto: